Acusado de matar ex-namorada é preso em Rurópolis

Um homem acusado de matar a ex-namorada foi preso ontem (15), no município de Rurópolis, no sudoeste paraense. Por ordem judicial, o maranhense Deones Costa Pereira, de 36 anos, foi transferido da Unidade Integrada Propaz (UIPP) de Rurópolis para o presídio do Centro de Recuperação Regional de Itaituba, na manhã de quinta feira, 16 de Novembro.

O agricultor foi detido em cumprimento a mandado de prisão preventiva. Segundo a Polícia Civil, a prisão foi cumprida durante diligências realizadas na localidade de Divinópolis, por policiais militares do Destacamento local, sob comando do sargento Roberto Lages. Segundo o delegado Ariosnaldo Vital Filho, titular da UIPP de Rurópolis, militares da 17ª Companhia Independente da PM, sob o comando do major Márcio Abud, realizavam, há algum tempo, incursões na região do Km 70, na rodovia Transamazônica, e em comunidades vizinhas, para localizar o suspeito e dar cumprimento à Ordem Judicial.

Deones é acusado pela morte da dona de casa Michele Rodrigues de Oliveira, de 20 anos, assassinada a golpes de faca em casa, no quilômetro 85 da comunidade Água Azul, em abril de 2016. Na ocasião, familiares encontraram o corpo da vítima deitado na cama, com ferimentos na altura do peito e próximo ao pescoço. A cena do crime estava marcada por sinais de luta, afirmaram policiais civis e militares.

Segundo o delegado, a motivação do crime está ligada à ódio e vingança, já que o acusado não aceitava o fim do relacionamento. Desde o fim do namoro, Deones perseguia Michele. “As perseguições eram constantes, principalmente, quando a vítima passou a constituir um novo relacionamento”, apurou o delegado.

Há a suspeita de um segundo envolvido no crime. As investigações continuam.

Fonte: Folha do progresso

marciovieira Autor

Agoraitb é a pagina do Programa Cidade Agora, transmitido pela TV Tapajoara e apresentado pelo Jornalista Márcio Vieira. Objetiva manter o internauta informados dos principais acontecimentos de Itaituba e região!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *