Câmara aprova processo que pode cassar prefeito de Tucuruí

Os vereadores de Tucuruí, no sudeste paraense, aprovaram nesta sexta-feira (1°) o relatório que prevê o afastamento do prefeito Artur Brito, por ter se beneficiado com a morte de seu antecessor, Jones William. Agora, a Câmara abre procedimento que poderá resultar na cassação do mandato.

A decisão ocorreu durante sessão realizada nesta manhã, quando os vereadores aprovaram de forma unânime o relatório, que aponta Artur como o beneficiário direto da morte do prefeito. Na época do crime, Artur era o vice-prefeito, assumindo o cargo com a morte de Jones.

Artur está afastado do cargo desde o dia 13 de novembro, devido à uma decisão do juiz Pedro Enrico Oliveira. Agora, mesmo que a Justiça decida reconduzí-lo ao cargo, ele seguirá afastado da prefeitura.

Durante a sessão, também foi aprovada a abertura da Comissão de Apuração das Denúncias, que será formada pelos vereadores Antônio Joaquim Cunha (PPS) como presidente, Francisco Vieira de Almeida (PDT) como membro e Francisco Gualberto (DEM) como relator. A Comissão terá cinco dias para notificar o prefeito Artur Brito para apresentar em dez dias a defesa previa.

Com a decisão tomada pela Câmara de Vereadores, permanecem interinamente no cargo de prefeito de Tucuruí o vereador Bena Navegantes e, na função de presidente da Câmara, interinamente, o vereador Rony Santos pelo prazo inicial de 90 dias.

O CRIME

O prefeito Jones William foi executado a tiros no dia 25 de julho deste ano, enquanto visitava uma obra no bairro Cristo Vive. Dois homens em uma motocicleta fizeram uma emboscada e dispararam cinco vezes contra o prefeito, que chegou a ser encaminhado ao hospital, mas acabou morrendo.

A mãe de Artur Brito, Josy Brito, foi presa, apontada como mandante do crime.

(DOL)

marciovieira Autor

Agoraitb é a pagina do Programa Cidade Agora, transmitido pela TV Tapajoara e apresentado pelo Jornalista Márcio Vieira. Objetiva manter o internauta informados dos principais acontecimentos de Itaituba e região!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *