Promotores descobrem suítes para visitas íntimas em cadeia de presos da Lava Jato

Promotores do Ministério Público do Rio de Janeiro descobriram seis suítes clandestinas utilizadas para visitas íntimas na Cadeia Pública José Frederico Marques, onde estão presos alguns condenados na operação Lava Jato. O ex-governador do Rio, Sérgio cabral, já esteve preso no local.

Os promotores encontraram quatro ambientes semelhantes, com cama de casal, luz vermelha, paredes pintadas de verde e rosa e até desenho de coração na parede e TVs. As informações foram publicadas nesta quarta-feira (07) pelo jornal “O Dia”.

A publicação carioca afirmou que os promotores foram até o local após receberem uma denúncia de que presos da Lava-Jato pagavam mulheres para fazer sexo.

Atualmente estão presos em Benfica os três deputados estaduais: o presidente afastado da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), Jorge Picciani, o ex-presidente da Casa Paulo Melo e o ex-líder do governo na Casa Edson Albertassi, todos do PMDB.

REGALIAS

Uma inspeção no final do ano passado ocorrida na mesma cadeia encontrou uma série de regalias concedidas aos presos, como por exemplo queijos e presuntos importados, castanhas, pães, camarão, iogurte e até bolinhos de bacalhau. Alguns deles, estavam na cela de Cabral.

(Fonte: O Dia)

marciovieira Autor

Agoraitb é a pagina do Programa Cidade Agora, transmitido pela TV Tapajoara e apresentado pelo Jornalista Márcio Vieira. Objetiva manter o internauta informados dos principais acontecimentos de Itaituba e região!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *