Você sabia que existe a ‘síndrome do WhatsApp’? Entenda

Segundo uma pesquisa realizada pela Millward Brown Brasil e a NetQuest em 2016, o brasileiro passa, em média, 3h14 por dia conectado com o celular. Achou pouco? Pois é, mas saiba que todo esse tempo em contato com o aparelho tem causado uma onda de lesões por esforço excessivo chamado “WhatsAppinite”, um dos grandes motivos de queixas nos consultórios médicos.

(Foto: Divulgação)

O estudo foi criado em 2014 e foi publicado pelo periódico The Lancet. Em entrevista, Antonio da Costa, chefe do Grupo de Cirurgia de Mão e Microcirurgia da Santa Casa de São Paulo, disse que essa síndrome de nome estranho contribui para desenvolver uma tendinite ou até pior, “ele aumenta o risco de desenvolver quadros de tendinite, tenossinovite e osteoartrite nos dedos, mãos e punhos. A repetição dos movimentos sobrecarrega o tendão que flexiona e estende o polegar, causando uma inflamação que leva à dor e ao inchaço”.

O médico afirma que o excesso de digitação pode causar a mialgia, uma dor muscular nas mãos, o que depois evolui para uma artrite, que é a inflamação da articulação do polegar e, por último, uma tendinite, a inflamação dos tendões do polegar.

(Foto: Divulgação)

GRUPOS VULNERÁVEIS

O especialista ressalta que quem tem acesso precoce ao aplicativo são jovens e crianças e por esse motivo estão na lista dos grupos mais vulneráveis a sofrer com essa síndrome. Por outro lado, o foco não é proibir o uso das tecnologias, mas sim estimular uma relação saudável, “o segredo é equilibrar o uso dos eletrônicos com outras atividades, como ler, ir ao cinema, fazer ioga, nadar. Basta usar o bom senso e equilibrar o celular com outras rotinas”, sugere Antonio.

(Com informações do UOL)

marciovieira Autor

Agoraitb é a pagina do Programa Cidade Agora, transmitido pela TV Tapajoara e apresentado pelo Jornalista Márcio Vieira. Objetiva manter o internauta informados dos principais acontecimentos de Itaituba e região!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *